quarta-feira, 29 de maio de 2013

Coração de mãe Terra que filho não vê!

| |
Estação de metrô de São Paulo
Ontem saí de casa ansiosa,pois não sabia o que o outro lado de São Paulo, estava preparando pra  mim,descendo e subindo escada rolante,entrando e saindo de metrô,chuva forte eu estava parecendo  um pinguim ..
   Ao passar naquela imensa porta,coração gelou ..
   Fui atendida por um Senhor simpático,ao entregar o papel em sua mão ele olha na minha direção e respondeu assim:
  - Aguarde naquela salinha ali.
  Ao entrar na tal salinha ,havia milhares de mulheres ali,rostos marcados por sofrimentos,cansaços,envelhecimentos fora de tempo.
   Confesso que tive vontade  de correr  mas tive medo de ser barrada na porta e depois ter que responder o porque agir assim,então o jeito foi encarar a realidade.
   Ouvi mulheres dizendo que seus  filhos começaram  andar com más companhia e acabaram  parando ali,outras que perderam dias de serviço para estar ao lado de seus filhos,processos,choros ,olhar de desgosto,decepção,mágoa no coração..
            Nossa meu Deus o que eu estou fazendo aqui? (Era a pergunta que me vinha  a mente)
     Até que uma senhora branca sentou ao meu lado e procurando uma porta de desabafo começou falar  pra mim ..
  -Meu filho tem 14 anos,o único que virou a cabeça mas eu creio que ele vai sair dessa,os  outros não são assim..
    A única coisa que eu tenho guardada é a fé,se eu perder ela o que será de mim?
    Enquanto outra que estava atrás de mim,falou com um ar de revolta..
      _Quero nem saber,embora seja meu filho,ele tem que pagar pelo erro que cometeu,eu falei não falei?agora ele assuma as consequências
   Como me senti fragilizada,queria tanto arrancar a dor daquelas mães que estavam ontem ali,me senti na pele delas,no lugar delas por uns minutos ,vocês não imaginam a dor que eu senti :(
      Até que um homem forte,alto ,robusto apareceu e com ele aquela longaaaaaaaaaaaaaa fila se formou..
     Usavam uniformes azul marinho,nossa olha o tamanho daquele menino?adolescentes,jovens,tão novinhos,eram cinco,onze ,vinte sei lá,chega perdi a conta rsrsr.
   Mas o que mais me marcou foi ver mães chorando por não poderem abraçar seus filhos,se sentindo culpadas,procurando uma resposta em si o tal "onde foi que eu errei ?eu  ao presenciar a dor e o fardo daquelas mães acabei chorando.
       Como é duro ver  mães chorando por seus  filhos,umas falavam assim..
     -Eu falei tanto pra ele não seguir esse caminho!
       Até que chegou minha vez para ser atendida,ouço uma voz autoritária chamar meu nome "Simone"!
         Entro numa sala ampla e ali vejo um homem sentado
      Ao relatar os fatos e perguntar se eu iria prosseguir com o caso,o coração falou mais alto..
    Não dando mais  procedimento  ao caso,estamos dando o fato por encerrado!

2 comentários:

Fiquei muito feliz em receber sua visita :)
Volte mais vezes ah! e não esqueça de deixar o link do seu blog .
Pois só assim poderei ter a honra de conhecer seu cantinho e retribuir a sua gentileza .Obrigado ...Desejando um lindo dia pra você .

Volte sempre!

Inscreva-se